O RIO GASTRONOMIA VOLTA AO PÍER MAUÁ EM MAIS UMA EDIÇÃO QUE MESCLA CULINÁRIA E CULTURA.

Além da proximidade com o Centro da cidade, o evento traz ainda palestras e ministra aulas com visão social e empreendedora.

A oitava edição do Rio Gastronomia aconteceu nos dois últimos fins de semanas do mês de agosto. De volta ao Píer Mauá, e antecedendo outro grande festival também realizado no renovado Porto carioca, o Mondial de La Bière, o evento é o mais importante do gênero, no país. O espaço desse grande encontro da culinária acaba, o Píer, acaba sendo o cenário perfeito para manter o Rio Gastronomia em evidência e  bem representado nessa nova fase do centro da cidade.

                Realizado entre os dias 17 e 19 e 23 e 26 de Agosto, o evento usou dois finais de semanas para permear os pavilhões dos armazéns, na Praça Mauá, com muita cultura, culinária e momentos mais do que marcantes para quem aprecia a gastronomia. Do cardápio mais refinado, até o mais acessível, o festival se tornou o centro das atenções de produtores, fabricantes e apreciadores de bons pratos, típicos e inovadores.

                E não é só de diversão que se faz o Rio Gastronomia. O evento ainda contou com a presença do Sesc (Serviço Social do Comércio), com um auditório para palestras que apresentavam temas desde inovação até curiosidades sobre o mundo dos cafés. O Serviço também reservou uma sala, onde ofereceu aulas de culinária para frequentadores do evento. O Santander também ministrou palestras sobre Gastronomia Social, integrando ainda mais essa visão empreendedora com a visão social que cada vez mais esses eventos precisam abarcar.

Falando em visão empreendedora, o Rio Gastronomia já mora no coração dos cariocas. Realizado no coração da cidade, no renovado Centro do Rio, Porto Internacional de Cruzeiros, e paisagem do belo Museu do Amanhã, o evento ainda promove sonhos de pessoas que não tinham coragem de investir na própria carreira, como Cecília Borges, hoje produtora de uma farofa que incrementa muitas especiarias, que inclusive fez parte do evento:  “É minha primeira vez no Rio Gastronomia, e é a realização de um sonho. Eu sou casada com um goiano, e ele me apresentou essa farinha, por que íamos muito para a região central do Brasil, eu trazia pra cá e todo mundo usava ! Eu comecei a utilizar e comercializar isso, hoje eu vendo para diversas lojas.” – concluiu a carioca.

Com preços variando entre R$6 e até quanto sua vontade de comer permitir pagar, o evento culinário e cultural, ainda traz cultura ao pé da letra. O evento trouxe Zé Ricardo, Toni Garrido, Elba Ramalho, dentre outros soltando a voz na noite carioca. Quer combinação melhor? Além de ser esse programa de casal, o Rio Gastronomia também é para produtores e expositores, uma porta de entrada para popularização que suas iguarias e negócios precisam.

Ediane Freire, outra produtora e que tem uma agroindústria, está no seu sexto ano de Rio Gastronomia e, desde que participou pela primeira vez, só viu o seu negócio crescer: “São novos contatos, além da venda direta aqui, restaurantes, pessoas que me conhecem, clientes que vão até Nova Friburgo e nos procuram para comprar também.” – conclui.

O festival é realizado uma vez por ano, antes no Jóquei Club, e agora no Píer Mauá, muito mais perto de grande parte do povo carioca, e também respaldando o momento de investimento que a cidade do Rio vem vivendo desde a metade da década. O Rio Gastronomia continua sendo o maior evento do tipo do Brasil e com suas parcerias promete não só diversão, cultura, arte e culinária, mas também ditar o crescimento de seus participantes como amantes, e quem sabe especialistas em boas maneiras de se aproveitar a arte de comer.

 

Matéria escrita por Marcelo R. Sant’ Ana.

Jornalista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *